Vila Isabel anuncia enredo futurista com a marca de Paulo Barros

Grupo Especial - Rio Vila Isabel
Romulo Tesi
Escrito por Romulo Tesi

A Vila Isabel vai apostar em um enredo futurista para 2018. No próximo Carnaval, a escola vai falar sobre os maiores inventores da humanidade e suas criações ao longo da história. O anúncio foi feito neste domingo.

O enredo, batizado como “Corra que o futuro vem aí” leva a marca do carnavalesco Paulo Barros, com um título inspirado no cinema (“Corra que a polícia vem aí”) e identidade visual que remete aos clássicos da trilogia “De volta para o futuro”.

“Vamos correr que o futuro vem aí”, discursou o carnavalesco.

“Onde vamos parar? O que o futuro nos reserva? É a partir dessas perguntas que vamos voltar no tempo e relembrar tudo que o homem inventou a cada década, a cada ano, a cada hora, a cada minuto. Tudo que o homem contribuiu para o que nós somos hoje. E essa história ainda não acabou. Essa história vai continuar sendo criada, inventada. O futuro que todos nós sonhamos. Essa será a mensagem que o enredo leva no final. Um futuro que todos sonham a partir do avanço da mente do próprio homem”, declarou Paulo Barros no lançamento do enredo, em feijoada na quadra da Vila.

Leia também:
Corte de verba para o Carnaval tem aprovação de 78% da população do Rio, diz pesquisa
Vereador diz que Carnaval é culto a orixás com dinheiro público e fonte de lucro para tráfico e prostituição
Carnaval SP: Doria sinaliza redução de verba da prefeitura, mas garante recursos
Presidente de escola se desculpa por ter apoiado Crivella nas eleições
Eduardo Paes critica corte de verba e cutuca Crivella
Presidente da Riotur diz que polêmica é favorável e revela mais cortes
Site fala em ‘profecia’ feita por cantora gospel: ‘Carnaval vai falir’
Alcione: ‘nesse país os caras roubam na Petrobras e a culpa é do samba’
Secretário de Crivella sugere corte de 100% da verba para escolas e critica Paes

O carnavalesco não deu mais detalhes sobre o enredo, mas prometeu a entrega da sinopse para uma data em breve, talvez no dia 7 de julho.

Barros deixou a Portela este ano, após dois carnavais e um título, justamente em 2017, conquista dividida com a Mocidade. O carnavalesco então acertou sua volta à Vila Isabel, escola onde assinou o desfile de 2009.

“A gente espera que essa escola faça do nosso futuro um futuro brilhante, e se Deus quiser a Vila consiga, com certeza, com a ajuda de todos os segmentos da escola, chegar ao nosso futuro como a grande campeã do Carnaval 2018”, completou Barros.

Sobre o autor

Romulo Tesi

Romulo Tesi

Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Deixe o seu comentário