Mangueira inova e lança 4 logomarcas de enredo

Grupo Especial - Rio Mangueira

A Mangueira inovou e lançou quatro logomarcas diferentes para o enredo “Com dinheiro ou sem dinheiro, eu brinco”.

A ideia do carnavalesco Leandro Vieira é ser democrático e dar visibilidade para várias manifestações da festa. Por isso deixa livre para que cada folião escolha a sua preferida.

“O carnaval da Mangueira do ano que vem não pode ter uma única logomarca. Ele é um carnaval de muitos, e para muitos. Cada qual que escolha a ‘marca’ que quer divulgar como oficial”, diz Vieira em texto publicado na página da escola no Facebook.

A escola será sexta e penúltima escola a desfilar no domingo de Carnaval. Veja a ordem completa aqui.

Veja abaixo:

Leia o texto na íntegra:

“A ideia central do visual da logo é cobrir a pluralidade das manifestações espontâneas das ruas. Dar contorno visual as muitas maneiras de brincar o carnaval. Pode ser ao som de tambores, fantasiado de bate-bola, travestido, ou só com a pele e o sorriso negro. O carnaval da Mangueira do ano que vem não pode ter uma única logomarca. Ele é um carnaval de muitos, e para muitos. Cada qual que escolha a ‘marca’ que quer divulgar como oficial. Minha proposta para o ano que vêm é que o oficial seja cada vez mais tênue”.

Leia também:
‘Os desfiles das escolas de samba ficaram caretas’, diz carnavalesco da Mangueira
Em tempos de restrição, Mangueira se posiciona e compra briga
Carnavalesco explica recusa de enredo sobre Huck: fora do ‘padrão Mangueira’

Sobre o autor

Romulo Tesi

Romulo Tesi

Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Deixe o seu comentário