Home » Alegoria de Star Wars do Império de Casa Verde impressiona pelo realismo e emociona fãs da saga

Alegoria de Star Wars do Império de Casa Verde impressiona pelo realismo e emociona fãs da saga

Fábio, fã de Star Wars, posa em frente à alegoria do Império de Casa Verde – Acervo pessoal

Quem quiser vencer o Império de Casa Verde em 2019 terá que enfrentar Darth Vader, Chewbacca, Kylo Ren e outros personagens de Star Wars, saga cinematográfica de ficção científica que terá lugar de destaque no desfile da escola, sobre cinema. Os filmes da franquia criada por George Lucas encerrarão a apresentação na sexta-feira de Carnaval, com um carro alegórico que deve chamar atenção pela imponência e detalhismo.

O enredo, não por acaso, foi batizado como “O Império contra-ataca”, título do episódio 5.

Enquanto as fotos da alegoria já circulam pelas redes sociais, a expectativa só aumenta, inclusive de quem não é da turma do samba. É o caso Fábio Alves Moreira, de 44 anos, comandante do Army of Darkness (Exército da Escuridão, em português), um dos cinco fã-clubes de Star Wars que terão membros desfilando no carro – os outros são 501st, Blades, Conselho Jedi e Rebel Legion

“Se eu pudesse falar de fã para fã, eu diria para se preparar para chorar”, disse Fábio ao Setor 1.

Mais: Boechat é homenageado em concurso de sambas-enredo da BandNews FM; ouça e vote

Mais do que desfilar, Fábio e os demais fãs da saga ajudaram o carnavalesco Flávio Campello na concepção do projeto, que inclui uma alegoria de 17 metros de altura formada por esculturas, naves e dois veículos de guerra. Em cima, cerca de 40 pessoas, contando com soldados Stormtroopers, Darth Vaders, princesas, oficiais do império, robôs e cavaleiros jedis, com seus sabres de luz.

Alegorias no Anhembi – Reprodução

A alegoria terá dois Andadores Imperiais AT AT acoplados nos lados, uma grande escultura da cabeça de Darth Vader na frente, seis naves ties (aquelas que parecem gravatas borboletas) e uma grande Millennium Falcon no topo, com oito metros de circunferência e uma coroa. O detalhe serve para marcar os 25 anos da escola, completados nesta quarta-feira, 27.

A alegoria é uma das mais fotografadas por quem passou pelo Anhembi recentemente. E já fez a turma dos fãs desfilantes se emocionar na última segunda-feira, quando o grupo esteve no Sambódromo para conhecer o carro.

Leia também:
Um nerd no samba: Jorge Silveira leva universo geek e Lego para o Carnaval
Há 20 anos, Mangueira ‘trazia’ 14 bambas do céu e causava choro coletivo na Sapucaí

A Mangueira faz Carnaval pela fresta, diz Leandro Vieira
Viúva de Marielle desfilará na Mangueira: ‘vai ter Carnaval, amor, resistência e luta’
Bateria da Mangueira prepara ‘marcha’ para trecho do samba sobre ditadura militar
‘O samba jamais será ameaçado’, decreta Leci Brandão
Elza Soares confirma que será enredo da Mocidade em 2020; Beija-Flor deve falar de Goiás
Tuiuti: Após sucesso e ameaças, Jack Vasconcelos usa eleição de bode para falar de política

“Foi um choro danado. Tinha gente que não queria ir embora. A riqueza de detalhes é impressionante. Parece maquete do filme”, empolga-se Fábio, um dos responsáveis pela aproximação do universo Star Wars com o Carnaval do Império de Casa Verde.

“Que a força…”

“Fiquei sabendo do enredo no meio do ano passado e entrei em contato com a escola”, conta Fábio, que ofereceu uma parceria. Convidados para acompanhar a disputa de samba, acabaram torcendo para a vitória da obra que citava uma frase famosa do filme: “que a força esteja com você”.

O samba venceu, a turma do fã-clube participou da festa e recebeu o convite de Campello para desfilar. Detalhe: com seus próprios figurinos.

Em vez de encomendar novas fantasias, a escola preferiu uma solução mais simples: pediu que os membros usassem itens do acervo do grupos, consideradas réplicas perfeitas dos trajes e costuradas sob medidas.

Cosplay

“A capa do Darth Vader tem oito metros e é feita de two way (tipo de tecido). Só ela sai por perto de R$ 1 mil. O traje completo, com capacete, botas e armadura, custa a partir de R$ 5 mil até muito mais, quando a pessoa quiser gastar”, conta Fábio, que comprou moldes na internet para encomendar as roupas a costureiras.

De todos os componentes que sairão no carro, somente um dos Darth Vaders, justamente o destaque principal, será carnavalizado. O restante vai no estilo cosplay, em que a exatidão da cópia é o mais importante.

“Ver os carros no Sambódromo já despertou o tigre que mora em nós”, declara Fábio, empolgado. Que a força esteja com eles.

Imagem comemorativa pelos 25 anos de fundação do Império de Casa Verde

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

8 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.