Home » Desfiles das escolas de samba ganham título de Patrimônio Imaterial de São Paulo

Desfiles das escolas de samba ganham título de Patrimônio Imaterial de São Paulo

Tatuapé 2018 – Foto: Liga SP

Em um dos seus últimos atos no comando do executivo paulista, o governador Márcio França concedeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Estado aos Desfiles das Escolas de Samba realizados no Carnaval. A decisão foi publicada neste sábado no Diário Oficial (nº 16.913).

O projeto de lei (nº 853, de 2017) é de autoria da deputada Leci Brandão (PC do B), reeleita recentemente para o terceiro mandato seguido na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

Leci teve um 2018 agitado: além das eleições, a sambista voltou a gravar um álbum (“Simples assim”), foi eleita melhor cantora de samba no Prêmio da Música Brasileira, foi citada no samba vencedor da Mangueira de 2019 e ainda foi convidada a desfilar na Verde e Rosa representando a líder negra Luiza Mahin. Em fevereiro, foi bicampeã em São Paulo com a Tatuapé.

Em entrevista concedida ao Setor 1 recentemente, a cantora e parlamentar comentou esses feitos e outros temas do samba e da política.

“O samba jamais será ameaçado”, disse Leci Brandão. Leia a íntegra aqui.

Leci Brandão em seu gabinete na Alesp

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

1 comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • O Governador e as autoridades de São Paulo estão de parabéns pela atitude em relação ao samba e ao desfile das escolas de samba da cidade de São Paulo que , a cada ano vem, crescendo em todos os aspectos. Os investimentos feitos às Escolas de Samba de São Paulo e pelos blocos que também vêm aumentado farão da capital um dos destinos preferidos pelos turistas e todos ganharão desde daquele que vende picolé aos cofres públicos. Continue neste ritmos que vocês terão bons resultados. Parabéns também a Leci Brandão pela iniciativa, valeu!!!