Setor 1

Dispersão | Mancha Verde, Crefisa, Marta, Inocentes, Mangueira, Santa Cruz

Mancha e Crefisa
Já soma R$ 1,43 milhão o montante patrocinado pela Crefisa para a Mancha Verde via Lei Rouanet este ano. No último dia 15, a financeira repassou mais R$ 630 mil – em julho, a primeira parcela foi de R$ 800 mil. O projeto total é de R$ 4.030.569, valor que a escola, atual campeã de São Paulo, está autorizada a captar pelo mecanismo federal para o Carnaval 2020.

Integrantes da Mancha Verde comemoram título de 2019 com troféu – Luiz Cláudio Barbosa/Código19/Estadão Conteúdo

Marta em Belford Roxo
A Inocentes de Belford Roxo se movimenta para contar com o máximo de convidadas de Marta, homenageada no enredo, no desfile de 2020. A escola não é um lugar estranho para a Rainha. Segundo presidente da agremiação, Reginaldo Gomes, pessoas próximas relatam que a craque já esteve na Inocentes na época em que defendia o Vasco, antes da fama.

Marta em ação na Copa do Mundo feminina – Denis Balibouse/Reuters

A sorrir
O desabafo de Marta após a eliminação do Brasil na Copa do Mundo deste ano, na França, diante das donas da casa, foi parar no título do enredo: “Chorar no começo para sorrir no fim”. Serve para a Seleção Brasileira, mas também para qualquer escola de samba.

Samba
O samba em homenagem a Marta foi encomendado aos compositores – e também craques – Cláudio Russo e André Diniz. O lançamento do enredo e do samba será no próximo dia 22, com feijoada em uma casa de eventos em Belford Roxo.

Pulo
Antes de definir Marta como tema do desfile de 2020, a Inocentes havia anunciado um enredo com o título “O pulo do gato” – e só isso. Ficou o mistério. Em conversa o Setor 1, o presidente da escola explicou que se tratava de um enredo sobre o chamado “jeitinho brasileiro” pra se virar diante das dificuldades.

Caprichosos
Na última sexta-feira, 16, a Caprichosos de Pilares confirmou o que já era dado como certo nos bastidores: a escola anunciou sua filiação à Livres, liga de agremiações da Série B que se rebelaram contra a Liesb. Para entender a crise na terceira divisão do Carnaval carioca, clique aqui.

Anúncio da filiação da Caprichosos à Livres – Reprodução/Twitter

Não bateu
A Verde e Rosa não conseguiu arrecadar os R$ 500 mil definidos como meta para a realização da exposição sobre o desfile campeão de 2019 no Museu Histórico Nacional (MHN). A escola só obteve R$ 84.875, de 491 doadores, até o dia 8 de agosto, data limite para contribuições na vaquinha virtual.

Mas…
Apesar de não ter conseguido atingir a meta, a Mangueira não desistiu do projeto totalmente. Sem a exposição, a escola agora estuda realizar ações no MHN sobre os heróis esquecidos pela história oficial, tema do enredo deste ano.

Comissão de frente da Mangueira – Gabriel Nascimento/Riotur

Cariri
Após especulações de uma homenagem ao ator Milton Gonçalves, a Acadêmicos de Santa Cruz anunciou que terá como enredo a cidade cearense de Barbalha, da região do Cariri. “É um enredo cultural e não somente um CEP”, garante o presidente da Santa Cruz, Moisés Antônio Coutinho Filho, o Zezo.

Bizunga
Foi com Santa Cruz e Barbalha, mas a região do Cariri teve outra cidade cogitada como enredo este ano, só que no Grupo Especial. A Beija-Flor chegou a negociar com a prefeitura de Juazeiro do Norte para contar a história do município no Carnaval 2020. O enredo teria como um dos protagonistas uma espécie de beija-flor típico do Cariri, conhecido localmente como bizunga.

Agora vai
Depois de divulgar somente o tema do enredo para 2020, sobre arquitetura e urbanismo, a Unidos da Tijuca deve anunciar o título esta semana. No Grupo Especial, só falta a turma do Borel.

Romulo Tesi

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Romulo Tesi

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Carnaval 2020 | FALTAM

Mais Categorias