Home » Dispersão | Mangueira, Rosas de Ouro, Lei Rouanet, racha na Diversidade

Dispersão | Mangueira, Rosas de Ouro, Lei Rouanet, racha na Diversidade

Rouanet 1
A Mangueira conseguiu a aprovação da Secretaria Especial da Cultura, do Ministério da Cidadania, para captar R$ 2.479.867,75 via Lei de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet, para o desfile do próximo Carnaval. O enredo da escola, de autoria do carnavalesco Leandro Vieira, é “A verdade vos fará livre”, sobre uma hipotética volta de Jesus Cristo em um mundo marcado pela intolerância.

Comissão de frente da Mangueira – Gabriel Nascimento/Riotur

Gramática
O título do enredo da Verde e Rosa foi, inclusive, motivo de discussão interna. O correto não seria “A verdade vos fará livres”, no plural? O debate ganhou também as redes sociais. Errado não está. A escola ouviu um especialista, que deu a letra: a expressão é uma silepse – em que uma palavra não se subordina sintaticamente a outra – de número, logo a concordância é facultativa.

Rouanet 2
Em São Paulo, a Rosas de Ouro obteve a liberação para captar R$ 2.361.722 pela Lei Rouanet. O enredo da agremiação será “Tempos Modernos”.

Mais:
De família musical, Marcelo Adnet entra na disputa de samba-enredo da São Clemente; ouça
Portela anuncia enredo inspirado em mito tupi-guarani e lembra genocídio indígena

Em tempos de ataques a terreiros, Grande Rio exalta pai de santo gay e prepara festa contra intolerância religiosa
Alcione rebate Bolsonaro por declaração sobre ‘paraíbas’ e pede respeito ao povo nordestino
Veja a ordem dos desfiles do Grupo Especial do Rio em 2020
Mangueira imagina volta de Jesus Cristo, combate a intolerância e anuncia: ‘A verdade vos fará livre’

Desavença na Diversidade
A Acadêmicos da Diversidade, campeã da Série E (o último grupo do Carnaval carioca) em 2019, anunciou que não desfilará em 2020, na Série D. Em comunicado publicado em um dos perfis da escola no Facebook (o blog achou duas contas), assinado pelo presidente Deodonio Neto, a agremiação alega falta de recursos e “falta de entendimento” entre Deodonio e o vice, Marco Antônio Pereira Guimarães, o Mestre Faísca.

Comunicado divulgado pelo presidente da Diversidade, Deodonio Neto – Reprodução

Só que…
No mesmo post, pessoas que se apresentaram como integrantes da escola afirmaram que o anúncio era falso. Em contato com o Setor 1, Deodonio confirmou a veracidade do comunicado e afirmou que a Liesb, liga que organiza dos desfiles da Intendente Magalhães, já estava avisada.

Outro lado
No entanto, Faísca afirmou ao blog que a Diversidade continuará funcionando. Irritado, o sambista acusou Deodonio de traição e contou que está organizando eventos para custear o desfile. “A gente não precisa do dinheiro dele”, disparou. Uma reunião com os remanescentes foi marcada para o próximo dia 10. Antes, Faísca deve se encontrar com a diretoria da Liesb.

Feirão
No cadastro que realizou na última semana junto aos componentes, a Beija-Flor deixou as fantasias expostas. Assim, a comunidade já saiu da quadra conhecendo a roupa que vai usar no desfile.

Em tempo
A disputa na Beija-Flor para 2020 teve 23 sambas inscritos.

Águia
A Portela divulga a sinopse do enredo de 2020, “Guajupiá: terra sem males”, nesta quarta-feira, 7, na Portelinha, (Estrada do Portela 446, Oswaldo Cruz), às 19h.

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.