Home » Dragões da Real é liberada para captar R$ 1,6 milhão via Lei Rouanet

Dragões da Real é liberada para captar R$ 1,6 milhão via Lei Rouanet

Dragões da Real 2020 – Divulgação

A Dragões da Real, do Grupo Especial de São Paulo, obteve a autorização do governo federal para captar R$ R$ 1.663.750 pela Lei de Incentivo à Cultura – a chamada Lei Rouanet – para o Carnaval de 2021.

O enredo da agremiação será “O dia em que a Terra parou”, inspirado na música de Raul Seixas e nos tempos de pandemia de coronavírus e suas consequências para a humanidade. O desenvolvimento do desfile ficará a cargo do carnavalesco Jorge Silveira, que retorna à Dragões.

A última vez que a Dragões apresentou projeto de patrocínio incentivado pela Lei Rouanet foi para o desfile de 2016, mas não conseguiu captar recursos.

Ainda em São Paulo, a Gaviões da Fiel, do também Grupo Especial, obteve a aprovação para captar R$ 3.539.075 pela Lei Rouanet para o desfile de 2021. A escola ainda não anunciou o enredo, que será desenvolvido pelo carnavalesco Paulo Barros.

O fato de conseguir a aprovação, concedida pela Secretaria de Cultura, ligada ao Ministério do Turismo, não significa que a escola vai receber todo o valor. Com a liberação do governo, a agremiação vai agora em busca de empresas interessadas em patrocinar o desfile em troca de renúncia fiscal.

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.