Home » Jorge Freitas deixa a Mancha Verde

Jorge Freitas deixa a Mancha Verde

Jorge Freitas foi campeão na Mancha Verde em 2019
Jorge Freitas foi campeão na Mancha Verde em 2019

Jorge Freitas não é mais carnavalesco da Mancha Verde. O artista deixou a escola em “comum acordo” com a diretoria alviverde, conforme informou a assessoria de comunicação da agremiação ao Setor 1 na manhã desta segunda-feira, 13.

A informação foi antecipada pelo site SRzd e confirmada pelo Setor 1.

Ainda de acordo com a assessoria, a Mancha não contratará um substituto imediatamente e deve continuar os trabalhos para o Carnaval de 2022 com os talentos da própria agremiação.

Um dos artistas mais vencedores no Carnaval de São Paulo, Freitas chegou à Mancha após os desfiles de 2018, trocando a Império de Casa Verde pela escola palmeirense.

Na Mancha, Freitas assinou dois desfiles: em 2019, campeão com “Oxalá, salve a princesa! A saga de uma guerreira negra”, e vice no ano seguinte, com “Pai! Perdoai, eles não sabem o que fazem!”.

Veja também:
Veja quando cai o Carnaval em 2022
Veja a ordem dos desfiles do Carnaval 2022
Confira o resultado do Carnaval 2020 de São Paulo
Confira o resultado do Carnaval 2020 no Rio de Janeiro
Paulo Barros tem estado de saúde bom e estável, informa Tuiuti
Crefisa patrocina Mancha Verde com R$ 3,6 milhões para o Carnaval 2022
Carlinhos Maia será enredo da Império de Casa Verde no Carnaval 2022

O carnavalesco também já foi campeão no Grupo Especial de São Paulo com a Gaviões da Fiel (2002 e 2003), Rosas de Ouro (2010) e Império de Casa Verde (2016).

Freitas trabalhava no desenvolvimento do enredo “Planeta Água” para o Carnaval de 2022. O projeto será tocado agora com os artistas da agremiação, que conta com trabalho adiantado e um polpudo patrocínio da Crefisa, mesma parceira do Palmeiras, de R$ 3,6 milhões via Lei Rouanet.

O samba foi escolhido no ano passado. A obra leva a assinatura de Marcio André Filho, Marcelo Lepiane, Lico Monteiro, Rafael Ribeiro, Richard Valença, João Perigo, Solano Mota, Leandro Thomaz, Telmo JB, Lanza Muniz Moraes e Rosali Carvalho.

Ouça o samba da Mancha Verde para o Carnaval 2022:

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.