Home » Liesa lança pesquisa para o público do Carnaval; veja como participar

Liesa lança pesquisa para o público do Carnaval; veja como participar

Carnaval, Liesa
Sambódromo da Marquês de Sapucaí em 2019 – Richard Santos/Riotur

A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), do Rio de Janeiro, lançou nesta quinta-feira, 6, uma pesquisa voltada para o público do Carnaval.

São dois questionários diferentes, dirigidos para dois tipos de público que se relacionam com o Carnaval: amante dos desfiles e profissionais.

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER

“Para que o Maior Espetáculo da Terra seja ainda melhor, a LIesa precisa ouvir as pessoas que participam dessa grande festa, sejam elas profissionais do setor, dirigentes e componentes de escolas de samba”, explicou a entidade em postagens nas redes sociais.

A pesquisa é uma iniciativa da nova gestão da liga, comandada por Perlingeiro, que assumiu em março. A diretoria de Marketing, liderada por Gabriel David, ex-Beija-Flor, toca um projeto de branding da Liesa e dos desfiles, e planeja a terceirização da venda de ingressos.

Veja também:
CPI da Covid: Mandetta nega que Bolsonaro tenha pedido cancelamento do Carnaval

Um ano sem Aldir Blanc, por Bruno Filippo
Liesa busca parceiro para venda de ingressos em junho na internet e aposenta fax
Saiba quando cai o Carnaval em 2022
Presidente da União da Ilha brinca sobre novo enredo: ‘Vacina sim, cloroquina não’

A Liesa pretende iniciar a venda dos ingressos para 2022 em junho.

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

1 comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.