Home » Compositor da Mangueira morre horas após vencer disputa de samba na escola

Compositor da Mangueira morre horas após vencer disputa de samba na escola

Leandro Almeida, compositor da Mangueira
Leandro Almeida – Reprodução/Facebook

O compositor Leandro Almeida, da Mangueira, morreu na madrugada desta quarta-feira, 29, no Rio de Janeiro.

Leandro faleceu horas depois de vencer a disputa de samba da Mangueira para o Carnaval de 2022. Na manhã de terça, 28, a obra da parceria da qual fazia parte, com Moacyr Luz, Pedro Terra e Bruno Souza, foi declarada campeã após apresentação na Cidade do Samba, na região central do Rio.

Em contato com o Setor 1, o parceiro e amigo Pedro Terra revelou que o sambista estava internado e lutava contra um câncer no pulmão. O compositor teve a doença diagnosticada este ano, em meados de julho, durante a disputa de samba na escola.

“Vencer essa disputa era um sonho que vinha sendo construído. Ele resistiu bravamente até poder descansar com o sonho realizado”, disse Terra, finalista com Leandro na mesma Mangueira para o Carnaval de 2020.

“Era um samba importante para ele. Tínhamos um trecho que dizia ‘o danado do samba me fez renascer’. E o de 2022 define o Leandro pela paixão que ele tinha pela Mangueira, quando diz ‘não é brincadeira, sou apaixonado'”, declarou Terra, vizinho de Leandro e com quem compartilhava a idolatria por Cartola, um dos homenageados no enredo da Mangueira do próximo Carnaval.

“Sei o quanto isso era importante para ele. Sei que ele aguardou esse resultado para partir realizado”, concluiu Terra.

Hospitalizado, Leandro não participou da apresentação, gravada para exibição na TV Globo no próximo dia 16 de outubro.

Leandro era gaúcho e, antes de vencer na Mangueira, havia feito sambas para as escolas do Carnaval de Porto Alegre.

 Parceria campeã na Mangueira com os ritmistas no dia da gravação do samba concorrente de 2022, da esq. p/ dir.: Bruno Souza (camisa listrada na horizontal), Pedro Terra, Moacyr Luz e Leandro Almeida - Foto: Arquivo Pedro terra
Parceria campeã na Mangueira com os ritmistas no dia da gravação do samba concorrente de 2022, da esq. p/ dir.: Bruno Souza (camisa listrada na horizontal), Pedro Terra, Moacyr Luz e Leandro Almeida – Foto: Arquivo Pedro terra

Veja também:
Veja quando cai o Carnaval em 2022
Veja a ordem dos desfiles do Carnaval 2022
Confira o resultado do Carnaval 2020 de São Paulo
Confira o resultado do Carnaval 2020 no Rio de Janeiro
Como Dona Zica e um motorista atrasado ajudaram a criar clássica capa de Cartola
Império Serrano repudia uso de ‘Aquarela Brasileira’ em manifestação bolsonarista

Enredo da Mangueira

O enredo da Mangueira, que terá o samba de Leandro e parceiros como trilha sonora, foi batizado como “Angenor, José e Laurindo”, sobre três baluartes da escola: Cartola, Jamelão e Mestre Delegado. O desfile está sendo desenvolvido pelo carnavalesco Leandro Vieira.

Em comunicado, a Mangueira lamentou a morte de Leandro e desejou “muita luz para que ele siga sua caminhada e aos familiares, parceiros e amigos desejamos muita força, fé e a certeza de que ele permanecerá sempre presente em seus corações”.

Leia a nota da Mangueira:

A Estação Primeira de Mangueira vem comunicar o falecimento do compositor DIONI LEANDRO GOMES DE ALMEIDA, ocorrido na madrugada de hoje 29 de setembro, LEANDRO ALMEIDA em parceria com Moacyr Luz, Pedro Terra e Bruno Souza é compositor do Samba que a Mangueira levará para a Sapucaí no Carnaval 2022. Desejamos muita luz para que ele siga sua caminhada e aos familiares, parceiros e amigos desejamos muita força, fé e a certeza de que ele permanecerá sempre presente em seus corações.

Ouça o samba da Mangueira de 2022:

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.