Home » Na Portela, Eduardo Paes é vacinado segurando a mão de Tia Surica e brinca com Doria

Na Portela, Eduardo Paes é vacinado segurando a mão de Tia Surica e brinca com Doria

Paes segura na mão de Tia Surica - Foto: Portela
Paes segura na mão de Tia Surica – Foto: Portela

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, foi vacinado contra a Covid-19 nesta quinta-feira, 17, na quadra da Portela, sua escola de samba do coração, em Madureira, na zona norte da cidade.

Paes compareceu ao local vestido com uma camisa da agremiação e acompanhando de Tia Surica, baluarte portelense. O prefeito posou para fotos segurando na mão da sambista no momento que recebia a aplicação da vacina.

Mais:
Tia Surica brinca e diz que Paes estava com medo da agulha: ‘falei pra deixar de palhaçada’

Paes brincou e disse que estava sendo imunizado com a AstraZeneca, “vacina carioca, feita no Rio de Janeiro”, disse. “Abraço pra você, João Doria”, completou.

Assista:

O “abraço” para o governador de São Paulo é parte das brincadeiras recentes entre políticos no Twitter, que trocaram provocações, com bom humor, sobre uma informal corrida por quem vacina mais pessoas.

Veja também:
Eduardo Paes anuncia liberação da Cidade do Samba: ‘Cheiro de vacina e Carnaval no ar’
Senador Girão usa morte de Nelson Sargento para questionar eficácia da Coronavac e causa revolta nas redes sociais
CPI da Covid: Mandetta nega que Bolsonaro tenha pedido cancelamento do Carnaval
Aliado das escolas de samba, Bruno Covas aumentou verba, cortou impostos e foi apontado como exemplo para o Rio
Saiba quando cai o Carnaval em 2022

A presença de Tia Surica marca mais um encontro dos dois portelenses. No ano passado, Paes esteve na quadra da Portela durante live de aniversário de 80 anos da sambista, em pleno campanha para a prefeitura do Rio. Paes deixou de ir a ao debate da CNN para comparecer à festa.

Na ocasião, Surica xingou o então prefeito e candidato à reeleição, Marcelo Crivella. “Aquele filho da p… não pode ganhar”, disse a sambista. O vídeo do momento viralizou na internet. (Assista)

“Não me arrependo. Ele [Crivella] acabou com o Rio de Janeiro. Não foi só com o Carnaval, não”, disse a baluarte ao Setor 1 na época. “Tem pessoas sem coragem de falar, que seguram e engolem. Eu falei e foi espontâneo”, completou.

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.