Home » Ritmista da Portela disputa ‘supercampeonato’ do MasterChef

Ritmista da Portela disputa ‘supercampeonato’ do MasterChef

Salvador disputa prêmio máximo da temporada contra outros 22 competidores nesta terça

Salvador é ritmista da Portela
Salvador em ação na bateria da Portela – Divulgação

Vencedor de um dos episódios da atual temporada do MasterChef, o sambista Salvador Cordovil, ritmista da Portela há 16 anos e cozinheiro há 35, disputa a grande final do programa nesta terça-feira, 29, na Band. A finalíssima reunirá 23 campeões de cada semana, que disputarão uma recompensa de R$ 25 mil, troféu e outros prêmios.

Salvador, de 58 anos, venceu a edição do dia 15 de setembro. Ele conquistou o paladar dos jurados e levou nota 10 dos chefs Paola Carosella, Henrique Fogaça e Erick Jacquin. O portelense venceu com preparando um pargo no sal grosso com arroz de amêndoas e molho siciliano – veja aqui a receita. O prato foi um dos mais aclamados da temporada.

Na ocasião, mesmo desempregado, Salvador doou o prêmio de R$ 5 mil a uma instituição de caridade.

O MasterChef começa às 22h45 e pode ser assistido também pelo site do programa.

Veja também:
Após viralizar na internet, Tia Surica não se arrepende de xingamento a Crivella: ‘foi espontâneo’

Como Dona Zica e um motorista atrasado ajudaram a criar clássica capa de Cartola
‘O ano todo para mim é festa’, diz portelense que ganhou surpresa de amigos na quarentena

Salvador disputa final do MasterChef contra 22 adversários
Salvador disputa final do MasterChef contra 22 adversários – Carlos Reinis/Band

Salvador é casado há 15 anos com a premiada passista portelense Ana Paula Costa, neta do compositor Jair do Cavaquinho (1922-2006), um dos grandes nomes da história do samba e figura emblemática da Velha Guarda da Portela.

Ana Paula foi quem mais o incentivou a participar do MasterChef.

“Eu tive que insistir muito para ele se inscrever. Ele sempre gostou de cozinhar, mas só para os amigos e a família. A gente sempre o incentivou a participar, mas só agora ele se animou ao saber que parte do prêmio iria para uma instituição voltada para trabalhos sociais”, disse a passista, em declaração divulgada pela Portela.

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.