Home » Riotur vai participar da montagem do júri da Intendente Magalhães; local receberá desfile da Livres

Riotur vai participar da montagem do júri da Intendente Magalhães; local receberá desfile da Livres

Desfile do Arranco na Intendente Magalhães em 2013 – Alexandre Macieira/Riotur

A Riotur, empresa de turismo da prefeitura carioca, vai participar da montagem do júri dos desfiles da Intendente Magalhães em 2020. A informação foi apurada pelo Setor 1 e confirmada ao blog pelo presidente da Liesb (liga responsável pelos grupos de acesso abaixo da Série A), Clayton Ferreira.

“Será uma parceria da Liesb com a Riotur. As escolas terão poder de veto”, explicou o dirigente nesta quarta-feira, 22, após uma reunião com representantes da empresa. A ideia é que o corpo de jurados seja definido no início de fevereiro.

O blog apurou que a Riotur nomearia todo o corpo de jurados, mas ão conseguiu contato com a empresa.

O julgamento era um dos pontos de crítica por parte da Livres, liga dissidente formada por escolas insatisfeitas com a gestão da Liesb.

Livres na Intendente

As escolas da Livres desfilarão na terça na Intendente, mas depois das agremiações da Liesb. A informação foi confirmada pelas duas ligas ao blog. Ambas se reuniram nesta quarta com a Riotur.

Segundo a Liesb, porém, as agremiações dissidentes não participarão da competição, informação não foi confirmada pela Livres.

“A Liesb cedeu o espaço para a Livres”, declarou o presidente da liga.

Nos últimos dias, três escolas da Livres voltaram à Liesb: Caprichosos de Pilares, União do Parque Curicica e Acadêmicos do Engenho da Rainha.

As duas últimas vão desfilar na terça-feira de Carnaval, no Grupo Especial da Intendente – formado pela junção das antigas séries B e C. Já a Caprichosos, afirma Ferreira, deve se apresentar no Acesso – ex-Série D. “Tudo será definido em plenária”, informa o dirigente.

Após os últimos dois anos sem desfilar, a Caprichosos foi sucessivamente rebaixada – a última apresentação foi em 2017, na então Série B. Em tese, a escola estaria hoje no Grupo de Avaliação – a última divisão do Carnaval carioca, possibilidade descartada pelo presidente da Liesb.

Permaneceram na Livres: Alegria da Zona Sul, Arame de Ricardo, Siri de Ramos, Tradição, Unidos de Lucas e Vizinha Faladeira.

Subvenção

Já o dinheiro prometido pela prefeitura ainda não chegou às agremiações. O prefeito Marcelo Crivella havia inclusive gravado um vídeo anunciando a liberação de R$ 1 milhão para o dia 18 de janeiro, mas a verba, afirma Ferreira, não foi depositada. “Eles [prefeitura] disseram que o pagamento está previsto para essa semana”, relatou.

Crivella anunciou R$ 3 milhões para as escolas da Intendente Magalhães – cerca de três vezes mais em relação ao último Carnaval. Mais: a primeira de três parcelas seria paga em outubro, mesmo mês do anúncio. As demais ficariam para novembro e dezembro.

Agora a expectativa é que os R$ 2 milhões restantes sejam depositados no início de fevereiro, ainda antes do Carnaval. Curiosamente, no vídeo, Crivella aparece segurando um “checão” simbólico de R$ 1 milhão com data de 28 de janeiro, e corrige, afirmando que a data correta era 18 de janeiro.

As escolas da Livres também receberão parte dessa verba municipal.

A Livres publicou uma nota em seu perfil no Facebook sobre as últimas decisões:

NOTA OFICIALNa manhã desta quarta-feira, dia 22/01, em reunião travada entre a RIOTUR e as duas Ligas que compõe as…

Publicado por Livres – Liga Independente Verdadeira Raízes das Escolas de Samba em Quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

1 comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.