Home » ‘Carnaval não é só dinheiro’, diz presidente da Mancha Verde

‘Carnaval não é só dinheiro’, diz presidente da Mancha Verde

Paulo Serdan, presidente da Mancha Verde – Romulo Tesi

A Mancha Verde desponta como uma das escolas que recebeu o maior aporte financeiro para o Carnaval 2019. Somente via Lei Rouanet foram R$ 3,4 milhões, repassados pela Crefisa, que também patrocina o Palmeiras. Além disso, a agremiação contratou Jorge Freitas, considerado por muitos como o melhor carnavalesco de São Paulo. Tudo isso credencia a Mancha como uma das favoritas, mas a escola prefere segurar a euforia.

“Carnaval não é só dinheiro”, disse o presidente da Mancha, Paulo Serdan, ao Setor 1.

“Era um sonho trabalhar com o Jorge (Freitas), mas sempre tivemos os pés no chão. A gente sabia que não adiantava ter um grande comandante se não tivesse estrutura financeira para colocar o projeto na pista. Nós apostamos que teríamos uma situação financeira mais confortável. Mas são só dois quesitos. Por isso estamos trabalho desde março do ano passado”, disse Serdan.

O dirigente admitiu que as escolas de samba oriundas de torcidas organizadas ainda enfrentam algum resistência no Carnaval, mas crê que o preconceito está perto do fim.

“Torço e espero que isso já esteja superado. A gente já deu mostras na avenida que faz samba. Da nossa parte, conduzimos nossa escola de uma forma respeitosa em relação ao Carnaval”, concluiu.

Leia também:
Mancha Verde tentou contratar Paulo Barros em 2018, conta presidente

Sossego recua e nega que escultura de diabo represente Crivella
Vídeo flagra agressão de homem contra mulher em ensaio da Vai-Vai
Viúva de Marielle desfilará na Mangueira: ‘vai ter Carnaval, amor, resistência e luta’
Escola de samba de SP terá ala com tucano policial ‘que não gosta de professor’
Acesso de SP receberá mais verba que escolas do Especial do Rio

A Mancha Verde será a terceira a desfilar no Grupo Especial de São Paulo, na sexta-feira, 3 de março. (Veja aqui a ordem completa dos desfiles)

O enredo da escola é “Oxalá, salve a princesa! A saga de uma guerreira negra”, sobre a saga Aqualtune, uma princesa do Congo que veio para o Brasil escravizada, que seria mãe de Ganga Zumba e avó de Zumbi dos Palmares.

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.