Home » Vídeo flagra agressão de homem contra mulher em ensaio da Vai-Vai; escola afasta componente

Vídeo flagra agressão de homem contra mulher em ensaio da Vai-Vai; escola afasta componente

Um vídeo que circulou pelas redes sociais na manhã deste domingo mostra um integrante da Vai-Vai agredindo uma mulher da escola de samba durante o ensaio técnico do último sábado, no Sambódromo do Anhembi. (Veja o vídeo acima.)

As imagens mostram um membro da agremiação puxando de forma violenta uma componente pelos cabelos durante a apresentação, no corredor paralelo à pista dos desfiles. Em seguida a vítima é empurrada.

A diretoria da Vai-Vai decidiu afastar “sumariamente” o autor da agressão, que não foi identificado pela escola, nem a vítima.

O presidente da agremiação, Darly Silva, o Neguitão, também se pronunciou. O dirigente anunciou que pedirá ao Conselho Deliberativo da Vai-Vai a expulsão definitiva do agressor do quadro de componentes da escola.

“O que ele fez fere totalmente a nossa ética, disciplina, honra e principalmente a dignidade e integridade física e moral da componente que foi vítima deste ardil. Estou do lado dela”, declarou Neguitão, que prometeu tomar “medidas cabíveis” em defesa da vítima.

Leia também:
Mancha Verde tentou contratar Paulo Barros em 2018, conta presidente
Crefisa injeta dinheiro no Carnaval do Acesso paulista

Mestre Marcão diz que ainda tem dinheiro a receber do Salgueiro; escola vê possível irregularidade em contrato
Contra conservadorismo, escola do Rio estreia no Carnaval defendendo a diversidade
Acesso de SP receberá mais verba que escolas do Especial do Rio
Elza Soares desfilará como destaque na Mocidade
Bateria da Mangueira prepara ‘marcha’ para trecho do samba sobre ditadura militar

Na nota repúdio divulgada neste domingo, a Vai-Vai pede desculpas e afirma que “não pactua com atos de violência e covardia praticados contra uma componente e colaboradora” da escola.

“Não mediremos esforços para que a nossa componente fique bem e tenha todos os meios para garantir e legitimar os seus direitos”, declarou a agremiação , que afirmou ainda que não admitirá que o caso fique impune.

Abaixo, mais um vídeo da agressão:

Veja abaixo o comunicado na íntegra:

Leia o comunicado do presidente Darly Silva na íntegra:

“Nós não aceitamos o que o ocorreu com a nossa componente ontem no ensaio. Quero dizer que providências já foram tomadas em relação a ele, o agressor, que fazia parte do nosso quadro de diretores, e que já está excluído de toda as atividades da escola. Por outro lado, vou requerer, junto ao conselho deliberativo, a sua expulsão dos quadros de componentes escola, pois o que ele fez fere totalmente a nossa ética, a nossa disciplina, nossa honra e principalmente a honra e a integridade da componente que foi agredida. Estou do lado dela. Já entrei em contato com a mesma e não medirei esforços pra que a justiça seja feita. Que isso sirva de exemplo e que fique bem claro que nós não aceitamos covardia com ninguém, muito menos com uma mulher! Tomaremos todas as medidas cabíveis a favor dela e de sua família em relação a esse ato covarde ocorrido no ensaio técnico de ontem. Peço desculpas a todas as pessoas. Seremos submetidos a críticas, mas deixo claro que isso foi um ato isolado e pessoal. Informo a toda a comunidade do Vai Vai e também ao mundo do samba em geral que essa atitude mexeu demais conosco, porém essa pessoa será cobrada pelo erro cometido. Agradeço desde já a compreensão de todos e reitero tamanho desconforto em nossos corações.
Obrigado Escola do Povo!!! Obrigado povo do samba!!!” Presidente Darly Silva (Neguitão)

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

4 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.