Setor 1

Crivella culpa escolas por desistência da Uber e cita prisão do presidente da Mangueira

‘Judas’ de Crivella no desfile da Mangueira de 2018 – Ide Gomes/Framephoto/Estadão Conteúdo

Em 2018, Marcelo Crivella foi um dos principais alvos das críticas do desfile da Mangueira. Um dos carros exibia até um “boneco de Judas” com o rosto do prefeito do Rio, isso após um ano marcado por corte de verba, quando muito sambista deve ter desejado malhar o chefe do executivo municipal.

Nesta sexta-feira, após a desistência da Uber em patrocinar os desfiles das escolas de samba em 2019, Crivella faturou em cima da prisão do presidente da Mangueira, Francisco de Carvalho, o Chiquinho da Mangueira, deputado estadual.

“A Uber ajudou no ano passado e quis sair este ano. Eu busquei patrocínio e as escolas perderam, por razões de gestão, falta de transparência e prisão de seus líderes. Se quisermos fazer parcerias com a iniciativa privada, é importante que o prefeito não cobre pedágio, não exija propina. É preciso ter o princípio que gere uma empresa, um lar, uma casa, que é a honestidade”, disse Crivella, durante lançamento da Árvore do Rio, em declaração reproduzida pelo jornal Extra.

É sabido que a provocação mangueirense irritou Crivella, que se disse vítima de “intolerância religiosa”.

Em tempo: não há qualquer sinal de quando as escolas receberão o R$ 1 milhão da subvenção municipal. Há quem considere a chance do dinheiro só cair na conta das agremiações em fevereiro. E tem gente que já trabalha com a possibilidade dessa verba simplesmente não aparecer.

Romulo Tesi

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Romulo Tesi

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Carnaval 2020 | FALTAM

Mais Categorias