Setor 1

Série A também cancela rebaixamento e justifica com virada de mesa da Liesa

Sossego em 2018 – Fernando Grilli/Riotur

O Carnaval do Rio teve mais um regulamento rasgado. Repetindo o que a Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba) fez no Grupo Especial, a Lierj (Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro) também decidiu cancelar o rebaixamento este ano na Série A. Com isso, a Acadêmicos do Sossego, última colocada, permanece na última divisão de acesso em 2019, que terá 13 escolas.

Em comunicado, a Lierj disse que a decisão foi tomada após plenária nesta quinta-feira, e teve o apoio da maioria das agremiações – sem revelar o número de votos contra e a favor da proposta. Ainda segundo a entidade, a ideia de poupar a Sossego da queda partiu de uma das escolas, também sem dizer qual.

No entanto, sabe-se que desde antes dos desfiles já se especulava a possibilidade de não haver rebaixamento,, por conta da dificuldade financeira das agremiações, além do já conhecido corte de 50% na subvenção promovido pela Prefeitura – fora a demora no repasse.

Curiosamente, a Lierj atribuiu a medida à virada de mesa no Grupo Especial. Isso porque, sem as duas rebaixadas previstas no regulamento da divisão principal, Grande Rio e Império Serrano, salvas no tapetão com a ajuda de políticos do porte do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a Série A ficaria apenas com 12 agremiações, já contando com a Unidos da Ponte, campeã da Série B.

“A decisão de manter a mesma quantidade de escolas do ano anterior foi baseada no fato de, pelo segundo ano consecutivo, não ter acontecido rebaixamento no Grupo Especial, influenciando diretamente na Série A, que contava, até 2017, com 14 participantes”, afirma a Lierj.

“Vale ressaltar que as agremiações tiveram que superar as adversidades para os desfiles de 2018, uma vez que a verba de incentivo cultural só chegou a cerca de 20 dias para o Carnaval”, completa.

Grande Rio 2018 – Fernando Grilli/Riotur

Veja na íntegra:

Assim como aconteceu em 2018, o Carnaval da Série A terá 13 agremiações em 2019. Farão parte do grupo: Unidos de Padre Miguel; Porto da Pedra; Inocentes de Belford Roxo; Cubango; Estácio de Sá; Império da Tijuca; Alegria da Zona Sul; Renascer de Jacarepaguá; Santa Cruz; Rocinha; Unidos de Bangu; Sossego; Unidos da Ponte.

A decisão de manter a mesma quantidade de escolas do ano anterior foi baseada no fato de, pelo segundo ano consecutivo, não ter acontecido rebaixamento no Grupo Especial, influenciando diretamente na Série A, que contava, até 2017, com 14 participantes. O tema foi levantado por uma agremiação filiada durante a plenária desta quinta-feira (15) e aprovado pela maioria das associadas.

Vale ressaltar que as agremiações tiveram que superar as adversidades para os desfiles de 2018, uma vez que a verba de incentivo cultural só chegou a cerca de 20 dias para o Carnaval.

A Lierj já trabalha no planejamento dos próximos desfiles e anunciará em breve novidades para a Série A.

Romulo Tesi

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • E a LIESB não quis fazer a virada de mesa, mantendo o descesso nas três séries B,C, D, E e já tem até sorteio da ordem de desfiles definida, será no dia 15 de Abril , com as Séries B,C, D e nesse mesmo dia termina a inscrição para escolas pleitearem a última divisão do carnaval, que o sorteio provavelmente deva ser em Maio.

Romulo Tesi

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Carnaval 2020 | FALTAM

Mais Categorias