Home » Série de lives com histórias do Carnaval virará livro

Série de lives com histórias do Carnaval virará livro

Pedro Migão e Leandro Vieira, da Mangueira, durante uma das lives
Pedro Migão entrevista Leandro Vieira – Reprodução/YouTube Ouro de Tolo

A série de lives do canal de YouTube Ouro de Tolo, do youtuber Pedro Migão, sobre histórias do Carnaval, virará livro. Com previsão de lançamento para janeiro de 2022 pelo selo editorial Carnavalize, “Veja Bem…” reunirá os contos e causos revelados pelos entrevistados ao autor durante a pandemia.

Entre as personalidades entrevistadas estão carnavalescos, diretores, mestres de bateria, enredistas, pesquisadores das escolas de samba, jornalistas e outros, que contaram histórias do arco da velha. Como quando a fantasia de uma comissão de frente não chegou ao Sambódromo porque ficou apreendida com a polícia – junto de uma carregamento de cocaína, plantada por um traficante. Ou uma passagem mística sobre um cachorro da raça husky siberiano que cismou com um carnavalesco nos anos 1990.

São cerca de 250 horas de depoimentos de gente relevante para o Carnaval, como o carnavalesco Alexandre Louzada, um dos maiores campeões de todos os tempos e o compositor André Diniz – que entregou alguns sambas que fez, mas não assinou. Há relatos também, entre outros, dos jornalistas Aydano André Motta, Mariana Gross e Leonardo Bruno e do comediante Marcelo Adnet, que também é compositor de sambas de enredo – com algumas vitórias no currículo – e carnavalesco da Botafogo Samba Clube.

Veja também:
Quem quiser contar a história do ano sem desfiles terá que pesquisar as lives de Carnaval da pandemia

As histórias serão contadas por Migão em formato de crônica, agrupadas por temas. O livro terá ainda textos de passagens do próprio autor em suas andanças de mais de 30 anos de vivência no Carnaval e na sua escola de coração, a Portela.

Todos os livros encomendados na pré-venda serão autografados pelo autor.

O prefácio será escrito pelo ex-carnavalesco e comentarista Milton Cunha, parceiro do canal. A orelha do livro ficará com carnavalesco da Mangueira e do Império Serrano, Leandro Vieira, que também deu um longo depoimento ao canal e confessou ter recebido uma proposta da Portela.

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.