Setor 1

Ouça o samba da X-9 sobre Arlindo Cruz para o Carnaval 2019

A X-9 Paulistana divulgou seu samba oficial para o Carnaval 2019, quando levará para o Anhembi o enredo sobre o sambista Arlindo Cruz, batizado “O show tem que continuar”.

A obra é de autoria de uma parceria estelar, composta por André Diniz, Cláudio Russo, Arlindo Neto, Márcio André Filho, Valença e Darlan Alves – este intérprete principal da escola.

Ouça abaixo:

Letra:

SAMBA DE ARERÊ PRA VOCE VOLTAR
ZONA NORTE É MADUREIRA
ANDO LOUCO DE SAUDADE OLHA O POVO PEDINDO BIS
AINDA É TEMPO PRA VIVER FELIZ

NÃO SUBESTIME UM FILHO DE XANGÔ
A RECOMPOR A VIDA
O ALUJÁ ECOAR FORTE NO RUM
E O YLÊ DE OGUM, CONVIDA
O ÍDOLO PARCEIRO COMPANHEIRO, IRMÃO
SÍMBOLO MAIOR DO SAMBA EM MINHA GERAÇÃO
GÊNIO PAI HERÓI O CLARÃO DA LUA CHEIA, CANDEIA
NOS VERSOS QUE ELE SEMEOU
GIRA BAILARINA SEU ETERNO AMOR
A PORTA BANDEIRA FRUTOS NA TAMARINEIRA

LALAIA LAIA LAIA
O BANJO NO PEITO, SAMBISTA PERFEITO O MESTRE IMORTAL
LALAIA LAIA LAIA
O SAMBA AGRADECE, FLORESCE NO FUNDO DO NOSSO QUINTAL

AOS OLHOS GRACIOSOS DE OXALÁ
SERRINHA MAREJOU O SEU OLHAR
QUE BRILHA NA COROA IMPERIAL
UM LUME IMPONENTE E DIVINAL
DA LANÇA DE SÃO JORGE PROTETOR
A ESPERANÇA DE UM QUIXOTE SONHADOR
É VOZ DOS HUMILDES POR UM PEDAÇO DE CHÃO
VOZ DOS HUMILDES POR UM PEDAÇO DE PÃO
FAVELA DE GENTE SOFRIDA, MAS QUE VALORIZA A PRÓPRIA RAIZ
AQUELA, QUE SENTE NA PELE, AS CHAGAS DA VIDA , A DOR DO PAIS
X9 A CANTAR, CONDUZ ATÉ SEU LUGAR A LUZ
PRA CONTINUAR, O SHOW DE ARLINDO CRUZ

Participações:

Beth Carvalho

Fundo de Quintal

Péricles

Xande de Pilares

Dudu Nobre

Reinaldo

Turma do Pagode

Leandro Sapucahy

Arlindo Neto

Grupo Molejo

Marquynhos Sensação

Leandro Lehart

Armando Polêmico

#Prettos

Embaixada do Samba SP

Romulo Tesi

Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Romulo Tesi

Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Mais Categorias