Home » “Portela roubada”: internet compara resultado polêmico no judô com sina da escola de samba

“Portela roubada”: internet compara resultado polêmico no judô com sina da escola de samba

Maria Portela, Tóquio 2020
Twitter/Time Brasil

A judoca brasileira Maria Portela foi eliminada dos Jogos Olímpicos de Tóquio, nesta quarta-feira, 28, após uma luta – ou melhor, uma batalha – de quase 15 minutos (um combate tem 4 minutos regulamentares) com a russa Madina Taimazova, na categoria até 70 kg. O resultado foi polêmico: para comentaristas, a brasileira foi prejudicada pela arbitragem, que não validou um golpe legal já no golden score – a prorrogação do judô. Foi a senha para as pessoas nas redes sociais comparassem a judoca com a suposta sina da xará, a escola de samba Portela, de resultados polêmicos.

Veja também:
Saiba quando cai o Carnaval em 2022
Paulinho é convidado pela Mocidade para desfile sobre Oxóssi
Por que Paulinho comemorou gol “atirando” uma flecha? Professor explica
Tia Surica brinca e diz que Paes estava com medo da agulha: ‘falei pra deixar de palhaçada’
Alex Escobar será enredo de escola de samba do Rio

Os carnavais de 1995 e 2014 foram alguns dos lembrados pela turma do samba como desfiles injustiçados – a Portela foi vice-campeã e terceira colocada, respectivamente.

Veja abaixo a repercussão:

A própria Portela entrou na brincadeira.

O jornalista Daniel Botelho lembrou do desfile de 2015, em que a águia da escola passou sem asas, e a Velha Guarda foi impedida de desfilar. Na foto, o então presidente da Portela, Nilo Figueiredo.

Romulo Tesi

Romulo Tesi Jornalista carioca, criado na Penha, residente em São Paulo desde 2009 e pai da Malu. Nasci meses antes do Bumbum Paticumbum Prugurundum imperiano de Aluisio Machado, Beto Sem Braço e Rosa Magalhães, em um dia de Vasco x Flamengo, num hospital das Cinco Bocas de Olaria, pertinho da Rua Bariri e a uma caminhada do Cacique de Ramos, do outro lado da linha do trem. Por aí virei gente. E aqui é o meu, o nosso espaço para falar de samba e Carnaval.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.